Na sequência questões colocadas por muitos cidadãos portugueses no que respeita às normas aplicáveis à entrada no território da República Checa, durante o Estado de Emergência aqui decretado e em vigor desde dia 12 de março 2020 e com a duração de 30 dias, a Embaixada de Portugal em Praga informa o seguinte:

Aos cidadãos da União Europeia que aqui pretendam regressar durante aquele período e que não disponham de documento comprovativo de residência permanente, ser-lhes-á exigida apenas prova de residência temporária por período superior a 90 dias. A título de exemplo, esta prova de residência temporária poderá ser feita através de documento comprovativo de matrícula em estabelecimento de ensino checo (cartão ISIC, declaração de matrícula ou outro), ou através de contrato de trabalho, contrato de prestação de serviços, título de propriedade ou contrato de arrendamento de imóvel/apartamento, faturas de telemóvel, gás, eletricidade ou outro documento similar.

Consultar abaixo informação sobre este assunto hoje atualizada pelo Ministério checo dos Negócios Estrangeiros.

A Embaixada de Portugal em Praga continuará também a atualizar, por esta e outras vias, toda a informação relevante relativa a esta matéria e a todas as matérias importantes no contexto do combate ao surto COVID-19.  

 

"To the Diplomatic Missions based in #Czechia: #COVID-19 Travel Information. The ban on entry into Czechia applies to all #foreigners, except to those who have permanent residence in Czechia or more than 90 days temporary residence. → http://bit.ly/33quTUA"

Captura_de_ecrã_2020-03-18_às_13.36.23.png

  • Partilhe